UBSs gerenciadas pelo CEJAM utilizam aplicativo para destinação correta de resíduos

Cadastramento das unidades na ferramenta contribui para uma comunidade mais sustentável, facilitando a coleta e a destinação de materiais recicláveis

Unidades Básicas de Saúde gerenciadas pelo CEJAM – Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim” (associado Ibross), em São Paulo, por meio do Programa Ambientes Verdes e Saudáveis (PAVS), já podem contar com uma novidade especial que ajudará a promover comunidades mais sustentáveis: agora, as UBSs compõem aplicativo reconhecido nacionalmente para facilitar a destinação correta de resíduos sólidos e a inclusão social de catadores de materiais recicláveis.

As unidades já possuem pontos de entrega voluntária de pilhas e baterias, óleo de cozinha usado, raios-x e lixo eletrônico, iniciativas promovidas pelo projeto Devolva-me. Agora, com a implantação do Cataki, catadores de materiais recicláveis podem se cadastrar para a coleta de resíduos nos locais. Pontos de Entrega Voluntária (PEV), ferros velhos, além de outros dispositivos, também podem ser acessados por meio do aplicativo.

“Com essa iniciativa esperamos levar conhecimento para a população do território das unidades sobre a coleta e destinação correta de resíduos. Aumentar a quantidade de materiais coletados nas UBSs e despertar a consciência dos usuários em relação à reciclagem, além de valorizar dos catadores”, comenta Michele Santos de Assunção, gestora ambiental do PAVS CEJAM.

Usuários do Cataki contam com a facilidade de encontrar catadores e PEVs mais próximos de sua localidade e, desta forma, a destinação correta de materiais recicláveis se torna mais acessível, além de contribuir para uma comunidade mais sustentável e para a geração de renda desses trabalhadores.

O aplicativo foi idealizado pelo movimento Pimp My Carroça, iniciado em 2012 com a primeira edição da Virada Sustentável, em São Paulo.

Com a novidade nas Unidades Básicas de Saúde, o gerenciamento do Cataki ficará a cargo da gestão do PAVS, e o gerenciamento dos resíduos nas unidades será realizado por Agentes de Promoção Ambiental em conjunto com Agentes Comunitários de Saúde.

Fonte: Bianca Ribeiro/ Imprensa, Comunicação e Marketing CEJAM


Os comentários estão fechados.