Responsável por 60% das captações em Goiás, HUGOL é referência em doação de órgãos

De janeiro a outubro deste ano, 138 pacientes foram beneficiados com órgãos de 30 doadores

O Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL), da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás e gerido pela Associação Goiana de Integralização e Reabilitação (AGIR), associada Ibross, se tornou referência em Goiás em doação de órgãos e tecidos. A unidade, de acordo com a Central de Transplantes do Estado, foi responsável por aproximadamente 60% das captações de Goiás nos últimos três meses.

Entre janeiro e outubro de 2018, foram realizadas no hospital captações de órgãos e tecidos de 30 doadores, que representaram uma oportunidade de nova vida para até 138 pacientes. Acolhimento humanizado da unidade é um dos fatores que contribuem no consentimento dos familiares para a doação.

Leia a matéria na íntegra:

HUGOL é referência no Estado em doação de órgãos

Com pouco mais de três anos de existência, o HUGOL – Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira, da SES – Governo de Goiás, se tornou referência em Goiás em doação de órgãos e tecidos, sendo responsável por aproximadamente 60% das captações do Estado nos últimos três meses, de acordo com a Central de Transplantes do Estado.

“O HUGOL é um hospital que abraçou a cultura da doação de órgãos e conseguiu implantá-la com sucesso na unidade. O fato de toda equipe acreditar no processo e realizar o acolhimento humanizado dos familiares faz com que estes se sintam mais seguros para realizar a doação”, explica Katiuscia Freitas, coordenadora da OPO-HUGOL – Organização de Procura de Órgãos, que é responsável por acompanhar e auxiliar no processo de doação na unidade.

De janeiro até outubro desse ano, já foram realizadas no hospital captações de órgãos e tecidos de 30 doadores, sendo coração, rins, pulmão, fígado, córneas e pâncreas, que representaram uma oportunidade de nova vida para até 138 pacientes. Os órgãos foram transplantados em receptores de Goiás, Acre, Brasília, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo.

O Diretor Geral do hospital, Hélio Ponciano Trevenzol, acredita que o atendimento humanizado é um dos principais fatores para o sucesso em se obter essa alta taxa de consentimento familiar para a doação: “Entendemos que o acolhimento humanizado recebido pelos pacientes e familiares no HUGOL contribui para uma maior compreensão e sensibilidade quanto ao tema da doação de órgão, ocasionando em mais chances para salvar vidas”.

Fonte: http://www.agirgo.org.br/noticias/noticias-descricao.php?id_noticia=1256


Os comentários estão fechados.