Ibross apoia o trabalho da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE) no combate a covid-19

O Ibross – Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde – vem a público declarar seu apoio à gestão que a Organização Social do Hospital Israelita Albert Einstein faz nas unidades públicas de saúde na cidade de São Paulo.

Ainda que sobrecarregada pela crescente demanda, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Campo Limpo, zona sul de São Paulo, sob gestão da SBIBAE, tem sido referência na luta contra a Covid-19. Prestando assistência de qualidade a todos que procuram a unidade.

Na última sexta-feira, 17/04, o site UOL Notícias, publicou uma matéria que macula o trabalho da instituição e dos seus profissionais. Desta forma, o IBROSS, se solidariza com a instituição e toda sua equipe.

O Ibross defende instituições que, efetivamente, realizam um trabalho sério. Reafirmamos a excelência do trabalho executado pela SBIBAE e confiamos na qualidade da assistência prestada. O momento agudo da pandemia pede cautela, ainda que sobrecarregados, os profissionais de saúde têm trabalhado com comprometimento, afinco e dedicação.

Para que a demanda por atendimento diminua é crucial a participação de toda sociedade com as medidas de segurança, como usar máscara de proteção, lavar as mãos com sabão, usar álcool gel e evitar aglomerações. Mesmo com a flexibilização do isolamento, são medidas imprescindíveis enquanto perdurar a pandemia.

 

Sobre o Ibross

Fundado em abril de 2015, o Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (Ibross) é a primeira entidade a representar as organizações sociais de saúde (OSS) no Brasil. O instituto atua continuamente para promover e difundir o modelo de administração de equipamentos de saúde por meio de OSS, através de parcerias firmadas entre as instituições e as secretarias estaduais e municipais de saúde.

O modelo de OS revela, mais uma vez, que a parceria com instituições privadas é fundamental ao possibilitar que Estados e Municípios deem respostas mais rápidas e efetivas no enfrentamento da pandemia de Covid-19.


Os comentários estão fechados.