Hospital Evangélico Vila Velha promove caminhada de sensibilização para doação de órgãos

A ação será neste sábado (28) à tarde, na orla da Praia da Costa, em Vila Velha (ES), e encerra as ações do Setembro Verde

 

Estimular o debate sobre a doação de órgãos e conscientizar as pessoas sobre a importância desse gesto solidário. É com esse intuito que o Hospital Evangélico de Vila Velha promove a 10ª edição da “Caminhada de Sensibilização para Doação de Órgãos”. A mobilização será no dia 28 de setembro (sábado), na orla da Praia da Costa, em Vila Velha (ES), a partir das 15 horas.

A unidade é gerida pela Associação Evangélica Beneficente Espírito-Santense (Aebes), associada ao Ibross.

A concentração será em frente à Farmácia Santa Lúcia, na Praia da Costa. Para dar um colorido especial ao evento, quem participar da caminhada pode levar 1 kg de alimento não perecível e trocar pela camisa temática, enquanto houver disponibilidade. A caminhada encerra as ações do Setembro Verde, mês dedicado à conscientização da importância da doação de órgãos.

Adriano Chagas Silvério (32 anos) e o irmão, Luciano Chagas Silvério (34 anos), têm a mesma doença renal. Eles ficaram na fila de espera por 7 e 12 anos, respectivamente. Mas, há quatro meses, ganharam uma vida nova. E ao mesmo tempo. Os irmãos receberam os rins de uma doadora compatível com os dois em cirurgias realizadas praticamente na mesma hora. “Foi um presente para nós dois. Agora podemos fazer coisas simples como beber água e viajar. É uma vida completamente nova. Agradecemos muito a Deus por essa benção”, revela Adriano.

Números – Segundo a Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT) do Hospital Evangélico de Vila Velha, o rim está no topo da lista na fila de espera, com 962 pessoas, seguido por córneas, com 212 pacientes que aguardam pelo órgão. O fígado acumula 31 nomes na lista e o coração, cinco.

Existem muitas variáveis que fazem esses números oscilarem a todo momento, como o número de receptores x doadores compatíveis, por exemplo. O tempo de espera não é o mesmo para todos os órgãos e tecidos.

Como posso em vida, garantir a doação dos meus órgãos e tecidos após a morte?

Somente sua família pode autorizar: para isso é preciso convencê-los sobre sua vontade de ser um doador. Diante da morte de uma pessoa, quando existe a possibilidade de doação, serão os familiares que irão respeitar o desejo dito em vida.

Parentes de até segundo grau ou cônjuge (com registro no civil/cartório) são as pessoas consideradas responsáveis legais neste momento, e para a concretização e a retirada de órgãos é preciso que a família assine um Termo de Consentimento. Somente assim a captação dos órgãos e tecidos poderá acontecer.

Para saber mais sobre doação de órgãos acesse www.abto.org.br.

 

Serviço

10ª Caminhada de Sensibilização para Doação de Órgãos

Data: 28 de setembro de 2019 (sábado)

Horário: 15 horas

Local: Praia da Costa – Vila Velha (concentração em frente à Farmácia Santa Lúcia)

Camisa do evento: pode ser trocada por 1kg de alimento não perecível na hora do evento (enquanto houver disponibilidade)

Sobre o Hospital Evangélico

Fundado em 1972, a história do Hospital Evangélico de Vila Velha começa anos antes, em 1956, quando começou a ser idealizado pelas igrejas Batista, Cristã Evangélica Casa de Oração, Evangélica de Confissão Luterana, Metodista, Presbiteriana do Brasil e Presbiteriana Unida, que compõem a Aebes. A unidade conta com uma equipe multidisciplinar e é referência em urgência e emergência cardiovascular e habilitado em média e alta complexidades nas especialidades: Cardiovascular, Neurocirurgia, Bariátrica, Oftalmologia, Oncologia e transplantes de rim, córnea, coração, ossos e tecidos. O Hospital Evangélico de Vila Velha é o único hospital filantrópico capixaba que conquistou a classificação máxima em gestão hospitalar: a certificação de excelência ONA nível 3, além da ISSO 9001:2015.


Os comentários estão fechados.