FIDI é a nova associada do Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde

Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem é responsável por gerir sistemas de diagnóstico por imagem na rede pública de saúde

 

O Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (Ibross) passa a contar com uma nova instituição associada, a Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (FIDI). A filiação, oficializada em novembro, representa para as instituições um importante reforço para o aperfeiçoamento contínuo dos serviços geridos por organizações sociais.

Para Anderson Ruzene, superintendente comercial da FIDI, esse novo passo da Fundação demonstra a soma de esforços para aprimorar a parceria entre o poder público e as organizações sociais, garantindo uma gestão eficiente e a sustentabilidade da saúde pública. “Como nova associada ao Ibross, a FIDI conta com mais um pilar de compromisso com a qualidade na assistência à população. Estamos contentes em acrescentar e contribuir para a evolução do modelo de gestão por OSS”, comenta Ruzene.

A Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (FIDI) é responsável por gerir sistemas de diagnóstico por imagem na rede pública de saúde. Fundada em 1985 por médicos professores integrantes do Departamento de Diagnóstico por Imagem da Escola Paulista de Medicina – atual Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) –, a FIDI nasceu com o objetivo de prestar assistência à população, além de contribuir para o aprimoramento de médicos radiologistas por meio de programas de educação continuada, bolsas de estudo e cursos de especialização.

Com 2.500 colaboradores e um corpo técnico formado por mais de 500 médicos, a FIDI realiza anualmente 5 milhões de exames entre ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, mamografia, raios X e densitometria óssea. Desde 2006, a FIDI deixou de ser Instituto e passou a ser denominada Fundação. Em 2009 ganhou status de Organização Social, expandido sua atuação e hoje está presente em 85 unidades de saúde nos estados de São Paulo e Goiás, além de ter participado da primeira Parceria Público-Privada de diagnóstico por imagem na Bahia.

O Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (Ibross) é a entidade nacional representativa das Organizações Sociais de Saúde (OSS), instituições filantrópicas do terceiro setor, sem fins lucrativos, responsáveis pelo gerenciamento de serviços de saúde do SUS (Sistema Único de Saúde) em todo o país, em parceria com secretarias municipais e estaduais de saúde.

Com 22 instituições associadas, que atuam em oito estados brasileiros e no Distrito Federal, o Ibross nasceu com a finalidade de disseminar o modelo de gestão de equipamentos de saúde, realizado por meio de parcerias firmadas entre as organizações sociais e o poder público. O Ibross reúne entidades sem fins lucrativos que administram hospitais e outros serviços públicos de saúde. Juntas, as OSS associadas ao instituto gerenciam mais de 800 unidades de saúde e empregam 95 mil pessoas. Essas unidades contam com mais de 15 mil leitos e realizam, em um período de um ano, cerca de 700 mil internações e mais de 750 mil cirurgias. Também são responsáveis por mais de 40 milhões de consultas, quase 50 milhões de exames e chegam a registrar aproximadamente 10 milhões de atendimentos de urgência e emergência.

 


Os comentários estão fechados.