FHC celebra os 20 anos do modelo de Organizações Sociais em evento em SP

O evento organizado pelo Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (Ibross) e a Associação Brasileira das Organizações Sociais de Cultura (Abraosc) celebrou, nesta segunda-feira (28/5), os 20 anos do modelo de Organizações Sociais, no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo.

A palestra de abertura do encontro, ministrada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, foi destaque do evento e abordou o tema “A reforma do Estado: 20 anos do modelo de OS”. FHC ressaltou todo o momento político na época em que a lei 9.637, de 1998, que instituiu o modelo, foi sancionada e visitou todo o processo de criação e modernização.

Já o presidente do Ibross, Renilson Rehem, reafirmou que, além de celebrar a parceria entre instituições do terceiro setor e o governo, este evento representa, acima de tudo, a união de forças. “Hoje é um dia de comemoração da aproximação das áreas da saúde e cultura. Trabalharemos juntos na difusão dessas duas áreas. A luta é árdua, mas os resultados compensam”, disse.

Leia mais

VÍDEO: Ibross e Abraosc celebram 20 anos de parceria do poder público com OS

Evento sobre 20 anos do modelo de OS é destaque no jornal Estadão

O secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Romildo Campello, também marcou presença e destacou a importância de se repensar e atualizar a gestão da administração pública e colocar a sociedade civil em parceria com o Estado. O presidente da Abraosc, Luis Sobral, ressaltou em seu discurso os benefícios dessa participação nas políticas públicas. “Nós precisamos unir todos os setores. Sociedade civil e autoridades do Estado, só assim podemos garantir transparência, eficiência e resultado. Essa é a grande comemoração, OS é solução.”

O evento também recebeu o secretário do Estado da Saúde de Goiás e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Leonardo Vilela, que citou dois casos de sucesso na Saúde Pública em Goiás, o Hospital de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), que recebeu selo ONA, após começar a ser gerido por uma OS, e a construção do Hospital de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage Siqueira (Hugol), a maior unidade de emergência do Centro-Oeste e administrada pela Organização Social Agir. “O desconhecimento é talvez o maior inimigo que temos em relação às organizações sociais. É fundamental discutir com a sociedade e com todos aqueles que desconhecem esse modelo”, declarou Vilela ao falar sobre o êxito das OSs na administração de hospitais públicos em Goiás.

Fotos: Denise Andrade


Os comentários estão fechados.